Dicas

10 Dicas para economizar na viagem a dois

Postado dia 23 de maio de 2016

Viajar sozinha para qualquer lugar tendo que economizar já é uma tarefa difícil, mas viajar acompanhada nas mesmas condições e ainda mais na crise pode ser pior. Eu já viajei com o Kelvin algumas vezes e durante essas viagens passamos por situações que poderiam ter sido melhores se tivéssemos nos planejado bem, com base no nosso orçamento. E aqui estou eu para compartilhar essas dicas que podem deixar a viagem romântica e barata ao mesmo tempo.

1- Transporte do aeroporto

No Brasil que os valores que os taxistas de aeroporto cobram são absurdos, aumentam em 10, 15 e às vezes até 30% só porque são táxis credenciados pelo o aeroporto. O valor da corrida, geralmente, é fixo tendo como base o bairro para o qual você está indo. A minha dica é pesquisar antes se existe alguma possibilidade de sair do aeroporto e pegar metrô, ônibus, uber, algum outro táxi que não seja o credenciado pelo aeroporto ou mesmo um transfer do hotel em que você vai ficar. Analise todas as possibilidades para saber o que vai cair melhor no seu bolso.

Não adianta pensar que serão só 20 reais de economia, pois esse pode ser o valor que você precisaria para fazer um tour, entrar em algum museu ou fazer aquele lanchinho em uma padaria boa da cidade.

2- Picnics

Claro, você poderia ir comer em um restaurante para turista com uma comida mais ou menos no “Jardins” em São Paulo. Ou, você pode ir no supermercado e comprar alguns petiscos, uma garrafa de vinho, queijos e ter um picnic super romântico  no Ibirapuera.

Picnic Ibirapuera

3- Curta a viagem e o momento de vocês

Se você vai viajar pela primeira vez para um determinado lugar e está com a pessoa que você ama, aproveite o momento, que já é especial por si só. Não fique pensando em quais presentes vai comprar e não traga souvenirs que não são necessários, economize esse dinheiro para fazer algo diferente na viagem.

4- Entrada grátis

Veja a programação turística da cidade que você vai visitar, muitas vezes é possíveç encontrar shows, feiras, peças de teatro que possuem entrada gratuita e dão a oportunidade de conhecer um pouco da cultura e arquitetura local. Em várias cidades do mundo os museus determinam um dia para entrada free, aqui em São Paulo e no Rio de Janeiro esse dia geralmente é terça-feira, mas é aconselhável ir no site do museu e verificar certinho.

5- Comprar passagem em promoção

Esse é um ponto crucial na economia de uma viagem, pois é um dos maiores gastos que você vai ter. Procure a  passagem de avião pelo menos uns 8 meses antes de viajar e fique acompanhando por um mês para ver se está ficando cada dia mais cara ou mais barata. O valor varia se o período que você vai viajar é de alta ou baixa temporada, se for de alta temporada compre com antecedência, para garantir. Se for baixa temporada você pode até se arriscar e comprar com 2 ou 3 meses antes com um valor bom, mas pelo que eu ando vendo as passagens mais baratas que eu compro são uns 5 meses antes da minha viagem. Aproveite também as promoções que as companhias aéreas fazem, às vezes vaem muito a pena, mas é sempre importante acompanhar antes para ver se realmente a passagem está mais barata.

Uma dica que todos os amantes de viagem devem conhecer, mas que eu vou repetir aqui para os que não sabem é a troca de passagem aérea ou hospedagem em hotéis por milhas. Para você conseguir comprar uma passagem só com milhas, você tem que acumular bastante e esse acúmulo acontece, principalmente, através de compras em cartões de crédito e viagens realizadas, por isso é importante entrar em contato com a administradora do seu cartão para ver quantos pontos você possui e se podem ser enviados para os programas de relacionamentos das companhias aéreas. O programa de relacionamento da GOL é o Smiles , da LATAM é o Multiplus, da Singapore Airlines é o Krisflyer e assim por diante. As milhas serão sempre suas aliadas nas viagens.

6- Airbnb

Se você realmente quer economizar na viagem procura logo um hostel para se hospedar, mas se você está viajando de casal você quer ter alguma privacidade e é aí que eu sugiro o Airbnb. O Airbnb é um serviço online comunitário para as pessoas anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações. Esse método permite que você alugue um apartamento, uma casa ou parte dela. O uso do Airbnb está crescendo nos últimos anos no Brasil e muitas vezes alugar um apartamento pequeno compensa diante do valor que você pagaria em um hostel.

 7- Dividir a mala

Eu geralmente levo só isso de malas ahaha brinks

Eu geralmente levo só isso de malas ahaha brinks

Essa dica serve mais para viagens internacionais que são de curto vôo. Aqui dentro do Brasil cada pessoa pode viajar com 23kg na bagagem despachada e isso é tranquilo. Quando você faz uma viagem para o exterior saindo daqui você pode levar duas bagagens, cada uma com 32kg, o que é muita coisa. Entretanto, em alguns locais como por exemplo no sudeste asiático e em alguns lugares da Europa se você viaja nas companhias aéreas mais baratas elas te cobram para levar despachar bagagem, então vale a pena você levar uma mala grande e dividir o espaço com seu namorado/marido. De qualquer jeito, organizar tudo em uma só mala serve para economizar e também para ter menos bagagem pra carregar.

8- Alugue um carro

Alugar um carro muitas vezes compensa o dinheiro e o tempo que você vai gastar em trem, ônibus e outros tipos de transporte. Eu e Kelvin alugamos um carro de Porto Alegre para Bento Gonçalves e apesar da viagem ter sido tensa (pois em Singapura é mão direita), foi muito mais barata e tivemos liberdade para sair do hotel a qualquer hora para comer e conhecer outros lugares, além de viajar no conforto vendo a maravilha da serra no Rio Grande do Sul.

9- Cozinhe

Se você ficar em um Airbnb você terá um cozinha particular, o que fará você economizar muito, pois café da manhã, almoço e jantar são gastos grandes durante a viagem, dependendo do lugar que você vai visitar. Acho importante você tirar alguns dias para comer fora, principalmente almoçar, pois já estará na rua passeando mesmo; Se orçamento estiver curto divida o almoço com seu acompanhante, as porções para uma pessoa geralmente servem duas aqui no Brasil.

Outra opção é preparar lanches para levar na bolsa, um sanduíche simples ou um bolinho. Antes das minha viagens eu sempre preparo bolo e levo um pouco comigo, para não ficar gastando com lanches na rua.

10- Não beba

Não quero ser a chata aqui, mas você está em uma viagem com seu namorado, onde o foco é conhecer a conhecer a cidade e aproveitar a companhia ao invés de ir para a festa todo dia, certo? Então faça isso.

Claro que tomar um vinho, uma caipirinha na praia ou beber uma cerveja não vai te deixar pobre, mas bebida alcoólica é algo que deixa a viagem muito mais cara do que o normal. Em alguns países o imposto sobre bebidas alcoólicas é muito alto, e sair para um barzinho em uma noite pode ser o valor de um dia a mais na cidade.

caipirinha

Na sua próxima viagem tente usar essas dicas e comentem aqui se foi possível economizar e fazer uma ótima viagem.




Thália Gama
Botânica, amante de viagens, aventuras, brigadeiro, e tudo o que há de bom nessa vida. Casou com um singaporeano e decidiu viver do outro lado do mundo.

POSTS RELACIONADOS

Você também pode se interessar pelas postagens abaixo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentarios

Comentarios