Dicas

10 Dicas para economizar na viagem a dois

Postado dia 23 de maio de 2016

Viajar sozinha para qualquer lugar tendo que economizar já é uma tarefa difícil, mas viajar acompanhada nas mesmas condições e ainda mais na crise pode ser pior. Eu já viajei com o Kelvin algumas vezes e durante essas viagens passamos por situações que poderiam ter sido melhores se tivéssemos nos planejado bem, com base no nosso orçamento. E aqui estou eu para compartilhar essas dicas que podem deixar a viagem romântica e barata ao mesmo tempo.

1: Transporte do aeroporto

No Brasil que os valores que os taxistas de aeroporto cobram são absurdos, aumentam em 10, 15 e às vezes até 30% só porque são táxis credenciados pelo o aeroporto. O valor da corrida, geralmente, é fixo tendo como base o bairro para o qual você está indo. A minha dica é pesquisar antes se existe alguma possibilidade de sair do aeroporto e pegar metrô, ônibus, uber, algum outro táxi que não seja o credenciado pelo aeroporto ou mesmo um transfer do hotel em que você vai ficar. Analise todas as possibilidades para saber o que vai cair melhor no seu bolso.

Não adianta pensar que serão só 20 reais de economia, pois esse pode ser o valor que você precisaria para fazer um tour, entrar em algum museu ou fazer aquele lanchinho em uma padaria boa da cidade.

2: Picnics

Claro, você poderia ir comer em um restaurante para turista com uma comida mais ou menos no “Jardins” em São Paulo. Ou, você pode ir no supermercado e comprar alguns petiscos, uma garrafa de vinho, queijos e ter um picnic super romântico  no Ibirapuera.

IMG-20140114-WA0032

Deitar, conversar e apreciar a natureza cai bem em uma viagem romântica.

3: Curta a viagem e o momento de vocês

Se você vai viajar pela primeira vez para um determinado lugar e está com a pessoa que você ama, aproveite o momento, que já é especial por si só. Não fique pensando em quais presentes vai comprar e não traga souvenirs que não são necessários, economize esse dinheiro para fazer algo diferente na viagem.

4: Entrada grátis

Veja a programação turística da cidade que você vai visitar, muitas vezes é possíveç encontrar shows, feiras, peças de teatro que possuem entrada gratuita e dão a oportunidade de conhecer um pouco da cultura e arquitetura local. Em várias cidades do mundo os museus determinam um dia para entrada free, aqui em São Paulo e no Rio de Janeiro esse dia geralmente é terça-feira, mas é aconselhável ir no site do museu e verificar certinho.

5: Comprar passagem em promoção

Esse é um ponto crucial na economia de uma viagem, pois é um dos maiores gastos que você vai ter. Procure a  passagem de avião pelo menos uns 8 meses antes de viajar e fique acompanhando por um mês para ver se está ficando cada dia mais cara ou mais barata. O valor varia se o período que você vai viajar é de alta ou baixa temporada, se for de alta temporada compre com antecedência, para garantir. Se for baixa temporada você pode até se arriscar e comprar com 2 ou 3 meses antes com um valor bom, mas pelo que eu ando vendo as passagens mais baratas que eu compro são uns 5 meses antes da minha viagem. Aproveite também as promoções que as companhias aéreas fazem, às vezes vaem muito a pena, mas é sempre importante acompanhar antes para ver se realmente a passagem está mais barata.

Uma dica que todos os amantes de viagem devem conhecer, mas que eu vou repetir aqui para os que não sabem é a troca de passagem aérea ou hospedagem em hotéis por milhas. Para você conseguir comprar uma passagem só com milhas, você tem que acumular bastante e esse acúmulo acontece, principalmente, através de compras em cartões de crédito e viagens realizadas, por isso é importante entrar em contato com a administradora do seu cartão para ver quantos pontos você possui e se podem ser enviados para os programas de relacionamentos das companhias aéreas. O programa de relacionamento da GOL é o Smiles , da LATAM é o Multiplus, da Singapore Airlines é o Krisflyer e assim por diante. As milhas serão sempre suas aliadas nas viagens.

6: Airbnb

Se você realmente quer economizar na viagem procura logo um hostel para se hospedar, mas se você está viajando de casal você quer ter alguma privacidade e é aí que eu sugiro o Airbnb. O Airbnb é um serviço online comunitário para as pessoas anunciarem, descobrirem e reservarem acomodações. Esse método permite que você alugue um apartamento, uma casa ou parte dela. O uso do Airbnb está crescendo nos últimos anos no Brasil e muitas vezes alugar um apartamento pequeno compensa diante do valor que você pagaria em um hostel.

7: Dividir a mala

Essa dica serve mais para viagens internacionais que são de curto vôo. Aqui dentro do Brasil cada pessoa pode viajar com 23kg na bagagem despachada e isso é tranquilo. Quando você faz uma viagem para o exterior saindo daqui você pode levar duas bagagens, cada uma com 32kg, o que é muita coisa. Entretanto, em alguns locais como por exemplo no sudeste asiático e em alguns lugares da Europa se você viaja nas companhias aéreas mais baratas elas te cobram para levar despachar bagagem, então vale a pena você levar uma mala grande e dividir o espaço com seu namorado/marido. De qualquer jeito, organizar tudo em uma só mala serve para economizar e também para ter menos bagagem pra carregar.

IMG_0011

Pra quê tanta bagagem?

8: Alugue um carro

Alugar um carro muitas vezes compensa o dinheiro e o tempo que você vai gastar em trem, ônibus e outros tipos de transporte. Eu e Kelvin alugamos um carro de Porto Alegre para Bento Gonçalves e apesar da viagem ter sido tensa (pois em Singapura é mão direita), foi muito mais barata e tivemos liberdade para sair do hotel a qualquer hora para comer e conhecer outros lugares, além de viajar no conforto vendo a maravilha da serra no Rio Grande do Sul.

9: Cozinhe

Se você ficar em um Airbnb você terá um cozinha particular, o que fará você economizar muito, pois café da manhã, almoço e jantar são gastos grandes durante a viagem, dependendo do lugar que você vai visitar. Acho importante você tirar alguns dias para comer fora, principalmente almoçar, pois já estará na rua passeando mesmo; Se orçamento estiver curto divida o almoço com seu acompanhante, as porções para uma pessoa geralmente servem duas aqui no Brasil.

Outra opção é preparar lanches para levar na bolsa, um sanduíche simples ou um bolinho. Antes das minha viagens eu sempre preparo bolo e levo um pouco comigo, para não ficar gastando com lanches na rua.

10: Não beba

Não quero ser a chata aqui, mas você está em uma viagem com seu namorado, onde o foco é conhecer a conhecer a cidade e aproveitar a companhia ao invés de ir para a festa todo dia, certo? Então faça isso.

Claro que tomar um vinho, uma caipirinha na praia ou beber uma cerveja não vai te deixar pobre, mas bebida alcoólica é algo que deixa a viagem muito mais cara do que o normal. Em alguns países o imposto sobre bebidas alcoólicas é muito alto, e sair para um barzinho em uma noite pode ser o valor de um dia a mais na cidade.

IMG_2787

Veja o valor das bebidas antes de pedir!

Na sua próxima viagem tente usar essas dicas e comentem aqui se foi possível economizar e fazer uma ótima viagem ou não.




Thália Gama
Botânica, amante de viagens, aventuras, brigadeiro, chocolate, e tudo o que há de bom nessa vida.

POSTS RELACIONADOS

Você também pode se interessar pelas postagens abaixo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentarios

Comentarios