Casada com um estrangeiro

Série: casada com um estrangeiro – Por que decidi morar em Singapura?

Postado dia 26 de outubro de 2017

Estou super animada para começar a escrever essa série (casada com um estrangeiro) para mim e para vocês, quando digo pra mim é porque eu acabo pensando melhor e internalizando sobre fatos que talvez nunca tivesse parado pra pensar, então escrever acaba me ajudando muito a colocar os pingos nos “ís”, se é que vocês me entendem.

Espero que esse post ajude aos que estão pensando em morar fora, mas se sentem inseguros de alguma forma. Eu também estava bem insegura antes de mudar, mas foi um passo necessário para a minha qualidade de vida.

avião

Bem, antes de nos casarmos já estava decidido que moraríamos em Singapura, e apesar de eu ficar com o coração na mão eu tive que tomar essa decisão.

Claro que existem vááários contras em sair do país, mas os prós foram maiores. O próximo post vai ser sobre os problemas em morar fora, o que também é uma realidade.

 

Ah pessoal, aqui não quero de alguma forma falar mal do Brasil, mas sim demonstrar a minha indignação pela forma que tudo está acontecendo e como o povo sofre com tudo isso. E tudo que eu vou falar vocês sabem que é verdade.

Eu amo o meu país e só quero que ele cresça e prospere. Então vamos lá para as 7 razões para eu ter saído do Brasil.

 

1 – Segurança

Esse foi o principal motivo pra eu ter vindo morar em Singapura e não precisa ninguém de fora falar sobre a segurança do nosso país, que nós mesmos sabemos como a situação está crítica. Eu vivia com medo de ser assaltada e de coisas muito piores acontecerem enquanto estivesse fora de casa, e esse medo estava ficando cada vez mais constante a medida que os meses passavam. E de acordo com o Global Peace Index – que é um medidor de segurança no mundo, que leva em consideração a segurança social, conflitos domésticos e internacionais e o grau de militarização – Singapura é um dos países mais seguros para se viver, pois está em 21º no ranking mundial, enquanto que o Brasil está em 108º.

 

2 – Estabilidade

Eu iria me mudar depois da minha pós-graduação e não tinha garantia alguma de conseguir emprego no Brasil, afinal sabemos como está difícil a situação, ainda mais na minha área, que é algo tão específico. No entanto, o Kelvin (meu marido estrangeiro) já tinha um bom emprego em Singapura e não queria sair dele para arriscar ir para o Brasil e talvez não conseguir algo. Então melhor só um desempregado do que os dois :/

 

3 – Qualidade de vida

Acredito que neste tópico estão inclusos os dois anteriores, mas resolvi colocá-lo em um item separado por ter em mente a qualidade de vida dos meus futuros filhos, se eu vier a ter algum. Penso que seria muito mais fácil criar uma criança em um ambiente tranquilo, que tem uma boa educação e na qual ela poderá se adaptar à diferentes línguas e culturas.

 

4 – Custo de vida

Sabemos que a nossa moeda não vale muito dentro do Brasil, então imagina fora dele. O real não é bem valorizado e com todos esses escândalos de corrupção está ficando mais desvalorizado ainda. No Brasil, muitos produtos e serviços custam mais que a média mundial e uma pessoa simples não consegue ter uma vida digna.

A minha avó recebe um salário mínimo de aposentadoria, que é R$ 937, mas o valor da conta de energia dela esse mês foi R$700, sendo que só mora ela e mais duas pessoas na casa e eles economizam ao máximo. Então como viver? É uma desigualdade sem limites.

Aqui em Singapura o custo de vida também é altíssimo, mas você consegue tranquilamente viver bem se não se importar, pois um prato de comida custa S$3, as contas de luz, água, internet são baratas, o transporte público também é acessível.

 

5 – Transporte

O transporte público no Brasil é ruim, no domingo você fica no ponto de ônibus uns 30 minutos tranquilamente esperando seu ônibus passar, isso já aconteceu comigo inúmeras vezes. Ainda bem que agora existem os aplicativos para lhe mostrar onde está o ônibus.

Em São Paulo o transporte público é melhor do que em outras cidades que já fui (Belém, Manaus, Salvador, Belo Horizonte, Natal, Rio de Janeiro…), pois o metrô abrange grande parte da cidade. O problema é o valor, um absurdo de caro.

Acredito que a mobilidade para ir ao trabalho, mercado e até mesmo para se divertir é de extrema importância na hora de considerar se a cidade é boa ou não para viver.

 

6 – Corrupção

O Brasil está entre os países com maiores casos de corrupção do mundo e a cada dia a gente vai perdendo um pouco de esperança de ver um país melhor, afinal a quantidade de dinheiro envolvida na corrupção poderia ajudar várias famílias que estão na miséria.

Saber de tudo isso me deixa tão triste. A cada notícia que leio fico mais abismada de como é possível haver tanta roubalheira e nada ser feito.

 

7 – Alimentação

Está cada vez mais difícil manter uma alimentação saudável no Brasil, afinal o país é um dos maiores produtores de transgênicos no mundo e agora com o fim da exigência da informação no rótulo e falta de informação para com os cidadãos, os produtos estão cada vez mais presentes sem a gente saber. E todo mundo sabe que comprar orgânico é super caro e limitado!

Em Singapura praticamente tudo é importado, porque o país é pequeno e não produz muito, mas esses dias fiquei sabendo que praticamente todos os vegetais que como são daqui mesmo, em algumas poucas áreas rurais as pessoas estão plantando, colhendo e vendendo, às vezes um pouco mais caros do que os que vem da China, mas com certeza melhores. Não confio muito nos alimentos que vem da China gente, desculpa!

 

8 – Redescobrir a vida

Pensei que mudar de país me traria novos olhares do mundo e na real me trouxe. Hoje em dia eu vejo o quão pequeno é o nosso planeta, é sério! Eu tô do outro lado do mundo e são só 28h de viagem, significa que o mundo é muito pequeno minha gente. Pensei que morar fora seria bom para mim, não só em aspectos práticos, mas seria uma boa oportunidade para parar e refletir sobre a vida, sobre o que fazer, quais os verdadeiros valores da vida, etc.

Como vocês podem ver tem várias razões para eu sair, e se for pensar melhor eu ainda consigo encontrar outras, mas como todo o brasileiro a gente sente falta da nossa família, dos nossos costumes, da nossa língua, da comida, enfim… de muitas coisas, que vou contar melhor no próximo post dessa série.

Se você gostou da série Casada com um Estrangeiro, mora fora ou está pensando em sair do Brasil comente aqui para eu saber.

 

 

CONTINUE NO BLOG!

Nós temos vários outros posts que podem lhe interessar. Quer saber como é morar no sudeste asiático? Ou então como é morar em São Paulo? Temos aqui.

Como é morar no sudeste asiático?

Como é morar em São Paulo?

Mas talvez você prefira dicas para economizar. E se esse é seu objetivo nós também temos posts aqui:

10 DICAS PARA ECONOMIZAR NA VIAGEM

AS MELHORES DICAS DE COMO PLANEJAR A SUA VIAGEM!

 

QUER MAIS?

Já imaginou ter mais informações exclusivas e totalmente gratuitas sobre esse assunto?

É só SER UM ASSINANTE do blog. Você não paga nada por isso e pode receber as melhores dicas no seu e-mail, sem se preocupar em ter que vir aqui todas as vezes. INCRÍVEL NÉ? Faça parte dessa rede de viajantes lindos e aventureiros.

Aqui ao lado direito tem uma caixa (Assine o blog por e-mail) onde você só precisa colocar o seu e-mail e confirmá-lo para entrar nessa com a gente.

RESERVE HOSPEDAGEM POR AQUI!

Se você quiser usar o Booking.com para fazer a sua reserva nos melhores hotéis, pousadas, resorts do mundo por que não fazer aqui pelo blog? É bem prático e você ganha R$50 (SIM! CINQUENTA) reais de desconto. Para isso é só clicar nesse link abaixo que ele vai te direcionar para o Booking.com:

BOOKING.COM

 

 




Thália Gama
Botânica, amante de viagens, aventuras, brigadeiro, e tudo o que há de bom nessa vida. Casou com um singaporeano e decidiu viver do outro lado do mundo.

POSTS RELACIONADOS

Você também pode se interessar pelas postagens abaixo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentarios

Comentarios