Ásia

Malapáscua ou paraíso?

Postado dia 17 de maio de 2017

 

Bom chamem como quiser, mas para mim esse local é o paraíso, nunca encontrei tanta paz em um só local.

Fomos despretensiosamente para essa ilha com propósito de mergulhar, estávamos em um grupo de 22 pessoas, e não organizamos praticamente nada, pois tínhamos uma pessoa centralizando tudo, como se fosse um agente de turismo. Eu, curiosa que sou procurei na internet pontos turísticos e o que daria para fazer na ilha e, infelizmente (felizmente) não encontrei muita coisa. O que mais tinha na internet era sobre o Thresher Shark, uma espécie de tubarão que é, praticamente, só encontrada lá. Sem muita informação sobre o local fui sem expectativas e talvez por isso Malapáscua conquistou meu coração de uma forma inacreditável.

Em um dos barcos que ulitizamos para chegar aos pontos de mergulho

Em um dos barcos que ulitizamos para chegar aos pontos de mergulho

O percurso até essa ilha misteriosa é longo, partimos de Singapura em um vôo da Philippines Airlines às 02:45 da madrugada e chegamos no aeroporto de Cebu, uma Ilha grande e bem central nas Filipinas, às 06:40. Do aeroporto pegamos uma van que nos levou ao extremo norte da ilha e essa viagem demorou aproximadamente 3:30m, nesse caminho nós paramos em um ponto estratégico para ir ao banheiro e comprar algo para comer e beber. Nesse lugar você paga para ir ao banheiro, e ainda assim não tinha papel higiênico, mas tinha algo mais interessante, uma placa dizendo para você dar a descarga, durante um minuto fiquei procurando a descarga e não tinha nada, até que vi um balde com uma caneca dentro e logo entendi como funcionava a descarga hahahaha.

Ao chegarmos no norte nós pegamos um barco (isso que é uma viagem!!!), que levou uns 40 minutos até chegar de fato em Malapáscua. Depois de vivenciar tudo isso eu entendi porque não tinha tanta informação a respeito da ilha na internet e decidi escrever o que vi por lá, para que mais gente conheça esse lugar maravilhoso.

Minutos antes de sair do barco já fiquei encantada com a cor da água, um turquesa da riqueza, e à medida que chegávamos à borda da praia a água ficava transparente. Assim que encostamos na praia alguns funcionários do hotel (Kokay’s Maldito) já estavam preparados com suco e um colar bem praiano.

A ilha é pequena, e acredito que quatro dias sejam suficientes para explorar tudo ali, geralmente o turismo de Malapáscua está relacionado com o mergulho, mas quem não gosta de mergulhar pode ir lá para descansar e aproveitar o mar. O povo é bem receptivo e alegre, nesse ponto os filipinos são bem parecidos com os brasileiros, acredito que a colonização espanhola tenha influência nessa semelhança.

A pousada/resort é confortável, fica de frente para o mar e por isso tem uma vista linda. A comida do hotel é boa (mas o café da manhã deixa a desejar), as porções são imensas e o valor é barato, ótimo custo/benefício. Ficamos na ilha cinco dias, mas só fomos pelo mergulho mesmo, além disso nós só caminhamos pela ilha e descansamos, e mesmo fazendo “pouca” coisa eu amei o local.

Vista do nosso quarto

No último dia foi triste, não queria deixar aquele lugar, e foi ali que eu percebi o quanto gostei de Malapáscua. É um dos destinos que quero voltar, só para apreciar de novo o pôr do sol sentada em uma das cadeiras de praia.

pôr-do-sol <3

pôr-do-sol <3

Dica: Em um dos dias vá na praia Kalanggaman, é uma das praias mais bonitas que já vi na vida, a areia é branquinha e a água é uma mistura de verde com azul.

Kalanggaman Island

Kalanggaman Island

 

Me digam se vocês querem mais posts sobre as Filipinas, posso falar sobre o meu curso avançado de mergulho, sobre Kalanggaman ou até mesmo explorar mais o resort.

Você sabia que quando você faz uma reserva no booking com um link aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão? Você não é taxado a mais por isso e ainda ajuda o 13Stamps a produzir mais artigos! Então, bora reservar?

℘ Hospedagem: Booking

 




Thália Gama
Botânica, amante de viagens, aventuras, brigadeiro, chocolate, e tudo o que há de bom nessa vida.

POSTS RELACIONADOS

Você também pode se interessar pelas postagens abaixo

DEIXE UM COMENTÁRIO

Comentarios

Comentarios